The Joy of Stats

Hans Rosling says there’s nothing boring about stats, and then goes on to prove it

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: